terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Mão de Mestre

www.maodemestre.com

Todas as minhas cronicas sobre os campeonatos franceses e os jogadores portugueses a jogar em França, são a ver a partir de hoje, no sitio Mão de Mestre.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Os Jogadores : ProD2


A semana passada, começamos a fazer a lista dos jogadores portugueses que vão jogar na França no o nível mais alto, Top14.
Hoje, vamos continuar na mesma com os jogadores que vão actuar na ProD2, a segunda e ultima divisão profissional. 8 jogadores vão correr esta temporada sobre os terrenos de ProD2.


O primeiro jogador é um jogador que conhecemos bem agora com o facto que ja tem 5 internacionalizaçãos, Samuel Marques vai continuar esta temporada com a equipa de Albi. O jogador que era emprestado por Pau no ano passado, assinou ao final com Albi. Samuel que fez excelentes jogos o ano passado é uma grande esperança para o rugby português.


Também outro internacional, Francisco Fernandes vai continuar esta temporada com a sua equipa de Beziers. Francisco é um jogador muito importante nesta equipa que vai pretender mais que lutar para a manutenção em ProD2. Hoje, Francisco conta 13 internacionalizaçãos com a nossa Selecção.


A equipa que vai contar com outros portugueses é Bourgoin. Fabio da Silva e sobretudo o nosso internacional Cristian Spachuk são os jogadores que fazem parte do plantel desta equipa. Os dois portugueses são jogadores fondamentais, o primeiro no poste de medio de formação e o segundo como pilar direito. Bourgoin faz a sua volta nas competiçãos profissionais.


Outro internacional português é o Aurélien Béco que vai jogar na equipa de Colomiers que fez uma temporada 2012/2013 bastante boa. Aurélien Béco é capitão desta equipa e é um excelente terceira linha.
O internacional português que tem 5 internacionalizaçãos vai ser um jogador em destaque esta temporada sem duvida.


Jean Sousa é outro português que vai jogar na ProD2. A sua equipa de Lyon que foi uma desilução o ano passado pretende subir para o Top14. Jean foi um elemento muito importante e sera sem duvida ainda mais importante esta temporada.



Narbonne vai contar ainda com dois portugueses esta temporada. Gonçalo Uva e José Lima são os portugueses do plantel "narboneense". Gonçalo que foi na primeira parte da temporada 2012/2013 sempre titular vai lutar para manter este lugar. No lado do jovem centro é diferente: o José apareceu duas vezes o ano passado na lista dos convocados e Narbonne espera muito dele.
Este ano, o José pode ter um papel muito diferente e esperamos por ele que seja um papel de adversario direito para os outros centros que são eles profissionais. 

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Os Jogadores : TOP14



E tempo de fazer uma lista dos jogadores portugueses e lusodescendentes que vão actuar em Top14, ProD2 e Federale1 na temporada que vem 2013/2014.

Hoje vamos começar com o nivel mais alto do rugby francês: o Top14. 14 equipas vão disputar o titulo na proxima temporada para tentar suceder ao Castres Olympique que foi o grande campeão 2013.



Vamos poder ver nos diferentes campos de Top14 no total 2 portugueses.
Um que ja conhecemos todos, Julien de Sousa Bardy, que vai tentar confirmir depois duma temporada 2012/2013 muita boa pessoalmente.
O outro sera o jovem Thomas Laranjeira que conseguiu a subida da ProD2 ao Top14 com a sua equipa de Brive. O medio de formação e centro de 21 anos conseguiu jogar 25 jogos no qual 11 como titular.



Desejamos uma boa temporada aos dois!

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Entrevista a David Pereira Mateus


David Mateus é jogador da Selecção Nacional de Sevens e vai disputar este fim de semana o Mundial de Sevens que tem lugar na capital russa de Moscovo. David vai entregar-se a uma entrevista que vai dar o seu pensamento sobre a competição e também vamos falar da sua propria carreira.

Rugby Portugal/Lobos em França : Primeiro, obrigado David por ter concordado com a entrevista. No primeiro jogo, perdemos 21 – 7 frente a Ingleterra. Que balanço fazes dete jogo? A Ingleterra era tanto superior a Portugal ou pensas que podemos fazer melhor cntra equipas deste tamanho?
David Pereira Mateus : Sendo uma derrota, não posso de deixar de fazer um balanço negativo. Era um jogo importante nas nossas aspirações em irmos à Cup. O facto de o termos perdido reduz as hipoteses de acontecer. Todos sentimos que podiamos ter feito muito mais contra uma Inglaterra que pouco fez também para ganhar o jogo. Fizemos alguns erros em alguns pormenores que nos custaram o jogo e que os ingleses aproveitaram.

Rugby Portugal/Lobos em França : Amanhã, Portugal vai enfrentar  a Argentina e Hong Kong.  Que pensas destas duas equipas  ? A qualificação para a CUP vai disputar-se entre nos e a Argentina, penso eu, pensas que podemos ganhar contra eles e como  ? 
David Pereira Mateus : No rugby de 7 já não há equipas faceis. Todas as equipas são dificeis. Ou pelos menos nós as encaramos assim. É claro que percebemos que a Argentina é melhor equipa que HK. Anda no circuito mundial da IRB desde sempre. Aliás, pode-se ver pelo resultado do jogo de hoje. HK apesar de ser uma equipa com menos nome e menos experiência, tem bons jogadores aos quais precisamos de estar atentos. Não tenho duvidas que podemos ganhar a ambas as equipas. Para tal apenas temos que reduzir ao maximo os nossos erros (nenhuns se possivel) e aperfeiçoar ao maximo os detalhes. Se o fizermos, ganhamos!

Rugby Portugal/Lobos em França : Ao nivel pessoal, que esperas deste Mundial  ? Estar no 7 inicial  ? Vimos em Lyon que ficas o jogador com mais experiencia, porque é que não es capitão desta Selecção  ?
David Pereira Mateus : Eu gostava muito de neste mundial irmos à Cup. Gostava de poder jogar mais do que tenho jogado e ajudar a equipa a atingir os seus objectivos. Gostava de o poder fazer marcando muitos ensaios! :-) Gostava de fazer sempre parte do 7 inicial, mas compreendo o treinador por não o fazer... ou por fazê-lo poucas vezes. Temos uma equipa recheada de muito bons jogadores, inclusive os mais novos. Vou-me tentando impôr na equipa, mas não é facil com tanta qualidade. E depois é normal que o treinador tenha os jogadores que lhe dão mais confiança. E eu apesar de ser o jogador com mais idade e experiência no rugby, não quer dizer que tenha que ser capitão. Não me importo de o ser quando tiver que ser e me pedirem, mas é capitão quem tem perfil para isso. E há poucas pessoas nesta selecção que têm o perfil para tal. E o Frederico Oliveira, apesar de oito ou sete anos mais novo que eu, é a pessoa indicada.

Rugby Portugal/Lobos em França : Senão, aprendemos a pouco tempo que vais deixar o teu clube de sempre o Belenenses para ir jogar para o clube das Caldas da Rainha. Porque decidiste ir para este clube  ? Podes nos falar mais do projecto deste club  ?
David Pereira Mateus : Houve vários factores que me levaram a sair do Belenenses. Mas houve um factor maior e o mais importante que fez com que me decidisse em ir jogar para o Clube de Rugby das Caldas. A Groundlink, empresa que patrocinia o CRC, estava à procura de pessoas para trabalhar para a sua empresa. Fizeram-me uma proposta de trabalho, sendo que uma das condições seria ter que jogar no CRC. Visto que no meu anterior emprego tinha um contrato de trabalho precário a recibos verdes e sem qualquer tipo de descontos para o estado, tive que pensar no meu futuro e, como na minha área está muito dificil e, como se diz, tive que me fazer à vida. Custa-me imenso sair dum clube onde joguei a minha vida toda,clube que amo do coração e no qual fiz muitos amigos. Mas é assim, a responsabilidade vem ao de cima e tive de fazer uma escolha. Mas acredito que as pessoas do CRC me vão receber bem e vou fazer muitos amigos. É um projecto engraçado do qual passa pela subida à primeira divisão, manutenção e, mais tarde, luta pelo primeiro lugar. Não vai ser facil, mas é possivel. Com tempo e dedicação. E não vou sozinho. Frederico Melim e Luis Sousa do Belenenses também vão.

Rugby Portugal/Lobos em França : Muito obrigado David por ter respondido a nossas perguntas.
David Pereira Mateus : Eu é que agradeço por me teres dado a oportunidade de dar a minha opinião. Um abraço!

Mundial de Sevens 2013


Hoje começou o Mundial de Sevens 2013 que tem lugar em Moscovo na Russia. Portugal esta no grupo F com o vencedor do Grand Prix Sevens Lyon, a Ingleterra, a Argentina e a equipa de Hong Kong. 
Hoje, Portugal perdeu contra a Ingleterra 21 - 7. Os jogos contra a Argentina e Hong Kong terão lugar amanhã.
A notar que os jogos serão transmitidos na Eurosport 1 e 2 em França, e isso em directo. 

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Entrevista a Mike Tadjer Barbosa : "Que faz jogar os melhores e não os que tem mais internacionalizaçãos....."



Vai ser de facto um jogador que vai contar para os proximos anos na nossa Selecção. Mike Barbosa Tadjer é talonador na equipa de Massy que esta temporada não conseguiu permanecer em ProD2. Mike entrega-se a uma entrevista que vai-nos dar mais informaçãos sobre a sua carreira, a sua entrada a Selecção e as suas espectativas para o futuro.


Rugby Portugal/Lobos em França : Primeiro, obrigado por Mike por ter concordado com a entrevista. Como sabemos, esta temporada foi muito dificil para ti e o teu club. Qual é o balanço que fazes desta temporada ? 
Mike Barbosa Tadjer : O balanço que daço da minha temporada, é que fiz pelo menos 15 jogos com o grupo, a temporada acaba com jogos muitos positivos que seja as minhas entradas ao jogo e os jogos a começar titular. Fiz o maximo e sempre o que me mandavam os meus treinadores.

Rugby Portugal/Lobos em França : Para o ano que vem,  decidiste continuar com Massy para a Federale1. Porque decidiste continuar neste club ? Tiveste outras propostas em França ?
Mike Barbosa Tadjer : Decidi continuar com Massy porque as outras proposiçãos eram todas de clubes de Federale1, por isso não valia a pena ir por outros clubes. Mas sobretudo é o faco que Massy tem um projecto muito interessante com um novo staff muito organizado e competente.

Rugby Portugal/Lobos em França : Que são os objectivos do teu club e pessoais para a temporada 2013/2014 ? 
Mike Barbosa Tadjer : Os objectivos são de ganhar todos os jogos nas fases de Poule e de subir de novo na ProD2. Pessoalmente, é de continuar na mesma que no fim desta temporada, conseguir ser o titular no lugar de talonador mas é dificil pois os meus treinadores preferam o outro por razãos que são proprias a eles.

Rugby Portugal/Lobos em França : Portugal começou muito mal a fase de qualificação para o Mundial 2015. Pensas ainda que é possivel ira ao Mundial na Ingleterra ? Pensas que Portugal tem capacidade para lá ir ? 
Mike Barbosa Tadjer : Todo fica ainda possivel e tanto que é possivel, há que dar tudo! E complicado mas para ir ao Mundial, é dificil para todas as equipas. Acredito que odemos qualificar-nos, sim!

Rugby Portugal/Lobos em França : O que pensas da saida de Errol Brain e sobretudo agora o que esperas que a FPR faz ? 
Mike Barbosa Tadjer : Penso que se saida devia ter, devia ser feita antes desta fase de qualificação para o Mundial 2015.  Espero que a FPR vai tomar um treinador que conhece bem os problemas que nos temos e sobretudo que faz jogar os melhores e não os que tem mais internacionalizaçãos.....

Rugby Portugal/Lobos em França : Como se passou a tua primeira internacionalização ?
Mike Barbosa Tadjer : Minha primeira internacionalização foi contra a Roménia em Bucarest, Havia 20 centimetros de neve, foi muito dificil! O hino foi um momento muito especial, que orgulho de representar a Selecção Nacional.O meu pai era muito feliz. Pessoalemente, o jogo ocurreu bem para mi, fiz quase todo o jogo, recuperei muitas bolas ao chão, os meus lancamentos eram boms. O ponto negativo foi nas formaçãos ordenadas. 

Rugby Portugal/Lobos em França : Muito obrigado Mike por ter respondido a nossas perguntas.
Mike Barbosa Tadjer :  De nada Bryan, é normal e foi com prazer! BRYAN PRESIDENTE!

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Um fim de semana cheio de rugby: Balanço



Este fim de semana teve muito bons momentos de rugby com alguns resultados que dão a pensar que o nosso desporto favorito está a crescer muito em pais de segunda zona.

Sexta-feira, Tonga deslocou-se até Carlson em California onde jogou naturalmente contra os Estados Unidos. A viagem verificou-se positivo porque Tonga saiu com uma vitoria 18 - 9 sobre os seus adversarios do dia. Um muito bom resultado sobre os americanos nesta competição da Pacific Nations Cup.

Sábado começou os jogos mais interessante.
Em primeiro, vamos dizer, os jogos mais importantes com Nova Zêlandia - França e Argentina - Ingleterra. Nova Zêlanda não deu hipóteses a França com uma vitoria sem lagrima 30 a 0. O resultado não reflete a partida, fica muito severo contra a França que levou dois ensaios em contra-ataque dos All Blacks.
No outro jogo, a Ingleterra arrancou a Argentina por 51 - 26 em Buenos Aires.

Nos jogos que me interessavam mais, teve muitas boas surpresas e dá-me a pensar que a nossa Selecção não está no carro bom....

O Japão foi a primeira grande surpresa com a vitoria frente o Pais de Gales 23 - 8. Num jogo muito equilibrado, os japoneses conseguiram acelerar o jogo cuando era preciso. Muito bom foi o numero 12 do Japão, muito bem a atacar a linha de ventagem e o defesa no jogo ao pé. Fica a video do jogo aqui.

A Italia foi superada por a equipa das ilhas de Samoa com um resultado justo e merecido 39 - 10. Num jogo dominado pelos os samoan, o que me surpreendeu é a força colectiva deles além da força característica deles que é o poder físico. Uma partida muito agradável com um jogo muito bem sentido da parte do medio de formação samoan. Fica a video dos melhores momentos do jogo aqui.

Oh Canada! A equipa canadiana perdeu em casa contra os irlandeses 14 - 40. Os canadianos conseguiram fazer igual a igual com os seus adversarios até os 60 minutos de jogo. Uma prova que o rugby está a crescer muito neste pais que há pouco tempo, Portugal conseguia dominar ou pelo menos fazer igual a igual.
Aqui fica a video dos highlights da partida.

Balanço:

O que posso dizer dum ponto de vista geral é que o rugby está a crescer muito nos paises que podemos considerar do nosso tamanho. Estes paises estão a ganhar cada vez terreno sobre Portugal que fica na posição 22 da tabela IRB.
Estes resultados devem dar a pensar aos dirigentes da FPR que Portugal está ao cruzamento duma nova epoca para o rugby mundial. Jogos muitos mais equilibrados entre os principais paises e os paises da segunda zona.
Agora, é saber o que queremos. Queremos continuar a jogar frente equipas deste nivel ou vamos continuar a fazer deslocação em America de Sul para defrontar equipas como Uruguai ou Chile?
Estou muito preocupado por o que estã a ser (ou não) feito.
Sr. Errol Brain foi despedido do posto de seleccionador de Portugal em Março e ficamos a espera do novo nome do treinador não so os adeptos más também jogadores mesmo de Portugal que conheço pessoalmente.

Ao final, muito fica por fazer e de acordo com o que será feito, podemos dizer se sim ou não Portugal está no bom caminho....

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Grand Prix Series Seven's Lyon: Fim de semana em grande


Fica aqui o balanço do Grand Prix Series Seven's Lyon da fim de semana passada com os artigos dos blogues de Claudio (http://www.rugbydelisbonneaparis.com/) e de Manel, "Great Duke", (http://jointhemaul.blogspot.fr/).

Ainda obrigado ao Manu Lopes e ao Marques para tudo o que foi feito para fazer deste fim de semana, uma grande festa do rugby português em terra gaulesa.


quinta-feira, 21 de março de 2013

Balanço : Amanhã começa hoje....


Este blogue foi criado apos o Mundial 2007 onde, sabemos todos, a nossa Seleção Nacional entrou na história ao ser a primeira equipa amadora a participar neste grande evento desportivo mundial.
Tinha 16 anos e vibrei como nunca....

Em primeiro, vou apresentar-me e penso que muitos vão ser aqueles que se reconhecerão na minhas palavras. 
Sou filho dum português de Guimarães que emigrou para a França nos anos 80 e duma mãe, filha de emigrantes portugueses da Serra da Estrela. 
Ainda me lembro das minhas férias a tentar fazer fugir os cães da Serra que queriam comer as ovelhas, a passar o fim das tardes no clube (café) da aldeia a ver os jogos do meu Benfica... 
Em resumo, sempre vivi com Portugal e pronto tenho muito orgulho das minhas raízes, está no meu sangue e ninguém me pode tirar isso. 
Não nasci, nem pago os meus impostos em Portugal, é verdade, mas mesmo assim sinto-me português e tenho que vos dizer que algumas vezes me sinto mais português que alguns que nasceram e lá vivem....enfim isso é outro assunto.

Gostei e gosto de muitos desportos e como um bom português que deve ser, apoio sempre uma equipa nacional portuguesa em qualquer desporto que seja. 
Em 2007, o Mundial de rugby teve lugar em França e tive a grande sorte de ver o jogo da nossa Selecção Nacional frente a Italia. 
Já vi a equipa portuguesa de Andebol, Futebol, Futsal e Hóquei em patins num estádio e quase todas as equipas e grandes desportistas portuguesas na Tv.
Porque então um blogue sobre o rugby e não sobre a Seleção Nacional de Vela? 
Porque não fazer como quase todos os jovems de pais portugueses de França, e apoiar a Seleção Nacional de Futebol e o resto que se foda....?
Isso tem a ver com a paixão que tenho por este desporto e sobretudo com o sentimento que me invadiu durante este Mundial 2007...Orgulho, sim senhor, fiquei orgulhoso de ver aquela selecão fazer o que nenhuma outra equipa teria podido fazer. Não ganhamos nenhum jogo, é verdade, mas isso não era importante.

O Mundial 2007 passou e estamos agora em 2013. 
Em 2011, Portugal não conseguiu fazer historia outra vez e ficou de fora dos 20 eleitos para o Mundial na Nova Zêlandia. 
Do meu lado, abri este blogue sem saber que alguns anos mais tarde, o objectivo que era de fazer conhecer, ao mundo rugbistico português, jogadores de origem portuguesa que jogam em França,  seria alcançado. 
Hoje não digo que a presença de jogadores portugueses na Selecção é fruto exclusivo do meu trabalho, pois não seria verdade, mas mesmo assim estou certo de ter contribuído para isso. 

Hoje, sinto-me obrigado de dar um grito de raiva e sobretudo de descontentamento e de continuar o que interrompi há ano e meio - este blogue.
Depois da derrota contra a Romênia em 2010 que afastava Portugal do sonho de jogar um segundo mundial consecutivo, escrevi o texto seguiente "Agora é ver para a frente, continuar a trabalhar. 3 anos, é o que falta antes da proxima fase de apuramento. Temos que aproveitar estes 3 anos para voltarmos mais fortes." 

Com os resultados do 6 Nações B 2012 e a Nations Cup 2011 e 2012, não podemos dizer que Portugal aproveitou este tempo para voltar mais forte. 
Podemos mesmo dizer que Portugal não melhorou em nenhum sector de jogo e ficou cada vez  pior. 

Agora, é preciso encontrar as razões deste fiasco
Será culpa dos jogadores que não dão tanto como nos melhores anos da Selecção? 
Será da culpa da FPR com o seu corpo dirigente que não conseguiu encontrar o bom caminho e as boas decisãos? 
Será da culpa do staff técnico que não conseguiu impor aos jogadores o plano de jogo adequado? 
Tantos perguntas que pedem resposta.... 

Agora é saber o que fazer. Algums jogadores vão ter que deixar a Seleção devido aos anos que passam, e isso corresponde a uma situação normal. 
Na minha opinão, é importante agora fazer uma distinção entre os jogadores de sevens e de XV. 
Não podemos continuar assim, Portugal tem que evoluir como todas as selecçãos principais europeias o fazeram (França por exemplo). Um caso que jà deveria estar resolvido....

Também agora que o contrato de Errol Brain não vai ser renovado, a escolha do treinador é importantissima.
Um treinador que conheça bem as dificuldades encontradas ao nivel da segunda zona da Europa. 
Também, man ter uma boa relação com os clubes franceses é agora fundamental visto o numero de jogadores da Seleção que actuam em França. 
Não vou ser muito original e para alguns fofoqueiros não sera uma surpresa se digo que a escolha dum treinador francês ou que fale francês seria oportuno. 

Também e acho isso fundamental, o grupo de jogadores que tem a honra de representar Portugal deve ter um comportamento impecável.
Isso é uma coisa com que não pode ter intransigência, todos aqueles que levaram e levarão as cores de Portugal merecem respeito e os atuais jogadores não devem esquecer isso. O que aconteceu em Espanha durante a noite após o jogo é muito prejudicial para o rugby português, já que em termos de resultados não estamos bem....

Agora, Portugal quase não tem o seu futuro nas mãos, contudo acho que se deve relembrar o facto mais importante do rugby português: a qualificação de Portugal para o Mundial 2007. Não vamos falar do Mundial mesmo mas sim da qualificação que foi dificil e mesmo para alguns um milagre. 
E de lembrarmos o que fazia a força da nossa Seleção: o sacrifício. 
Será que Portugal ainda tem este espirito que, no final, fazia a diferença? Espero que sim, pis caso contrário, Portugal se tornará uma Seleção comum e sem alma....